Discurso de ACJ na actividade da IDC/CDI promove “caos” no país em Agosto

O presidente do partido do galo negro/branco, tem mostrado algum desespero quanto a sua obsessão pelo poder, e de acordo com o discurso feito no passado sábado, 09 de Julho de 2022, na actividade da IDC/CDI, a UNITA não aceitará os resultados eleitorais em caso de derrota, e há um plano de tomada do poder por via da força, alegando ter as condições criadas e os apoios externos necessários para o efeito. De acordo com ACJ, “com o sem fraude, a UNITA vai tomar o poder, e não importa o sacrifício a ser feito”, o que nos leva a idealizar um mês de agosto “turbulento”.

No calor do passamento físico do JES e à margem da Assembleia do IDC ouviram-se disparates políticos que não nos permitem calar, mas sim aferir com inteligência, para destapar a careca de um chefe ingénuo e imaturo politicamente.
Se persistiam algumas dúvidas em torno da fraqueza política e ideológica do ACJ, agora tudo veio ao de cima, com as suas declarações sobre o perfil do Engenheiro Eduardo dos Santos.
Ao se referir que Eduardo dos Santos foi sempre adversário da UNITA e nunca foi inimigo, este pronunciamento feito por alguém que se acha ser líder do partido, denota claramente a falta de um estofo de quem devia servir de exemplo.
Se José Eduardo, foi sempre adversário, como foi possível, sob sua liderança ter sido protagonizado um genocídio político-tribal em 92 e 93?! Isto não lhe diz nada?! Mesmo naquela fase o JES era seu adversário?! Então, a vossa relação de cumplicidade é antiga e o senhor foi nos atirando areia nas vistas, fazendo uma oposição de fachada numa altura em que a luta armada atingia o seu apogeu com consequências humanas incalculáveis.
Hoje sim na luta política, os membros da UNITA são adversários dos membros do MPLA se tivermos em conta que a nossa contradição deixou de ser antagónica, pois terminado o conflito armado, estamos numa fase diferente em já não há confrontação armada mas sim do debate de ideias. Aqui sim JES é adversário e não inimigo. Mas ao dizer foi sempre nosso adversário, o senhor está a mentir descaradamente, está ser incoerente com a história recente de Angola e muita gente de bom senso está a rir-se de si.
Com que linhas quer cozer o futuro da UNITA com estas incongruências nos conceitos básicos que sustentam uma linha orientadora Política?
E o senhor alega que JES foi fino no trato?! Foi dialogante!!? Isto é verdade ou o senhor queria apenas agradar os actuais aliados?! Um dialogante nunca teria levado o país ao colapso. Com todo o respeito que devo aos mortos e que a terra lhe seja leve, o senhor ACJ foi infeliz e cometeu um dos piores desvios políticos e ideológicos de que a UNITA tem memória. Este desvio ficará indelevelmente na memória dos militantes conscientes do partido.
O que mais me admira no meio disso, é que gente bem instruída politicamente faz passar esses erros de princípio para salvaguardar a amizade e as benesses derivadas desses atropelos à espinha da linha orientadora do partido.
Senhor ACJ, se os seus lambe botas não estão a lhe dizer é porque temem serem molestado mas saiba que os militantes consequentes da UNITA estão desapontados com a exaltação exagerada e tendenciosa que faz à figura do seu amigo e aliado de longa data JES. E muitos dos militantes nas suas análises e com justa razão, fazem uma acolação, à vossa prestação incipiente nas eleições de 2017 quando vossa excelência chefiava o centro de contagem paralela que a dado momento chamado a intervir, recusou-se em divulgar os dados eleitorais recolhidos pelos delegados de listas do partido, para a confrontação com os dados publicados pela CNE.
Mas seja como for se o que disse foi por convicção séria ou uma forma de agradar, aconselharia que o senhor se retratasse para que ainda continue a merecer alguma consideração de alguns militantes que neste momento estão furiosos com a vossa irrefletida comunicação.
Não precisava baixar tanto assim, pois os demais o fizeram de forma normal e humana, sem detonar a masturbação emocional.
E mais! Mais uma subversão à cultura da UNITA, que nos seus actos o minuto de silêncio é sempre dedicado em memória e honra dos melhores filhos mártires e heróis, tombados no campo de honra em busca de uma pátria una e igual para todos.
Para si JES é mártir?! Quem o martirizou?! Cuidado com os conceitos básicos. Quando não se conhece alguma coisa, se aconselha perguntar aos que têm mais conhecimentos para o devido esclarecimento.
Aquele minuto de silêncio, significou o que para si?! Significou que jES é mártir?
Não faça isso por favor Acj

Preserve a cultura da UNITA que para mantê-la custou a vida dos melhores filhos desta Angola. Não traga por favor a miscigenação político- cultural no partido com tendência maldosa de desgasta-la aceleradamente por intermédio de actos tendenciosos, condenáveis por serem reacionários.

Por: Filipe Mendonça.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: