Samakuva irrita-se com a liderança de ACJ, e prefere excluir-se da lista de deputados da UNITA.

Apesar de o seu lugar ter sido colocado numa lista entre os primeiros dez nomes, posições elegíveis, o ex- presidente da UNITA, Isaías Samakuva, decidiu não mudar de ideia, mesmo depois de várias tentativas feitas por membros influentes do Comité Permanente da Comissão Política ( CPCP), órgão deliberativo deste partido, mandatados pelo actual presidente para persuadi-lo.

De acordo com a fonte, Isaías Samakuva não só manifestou o desejo de não ser deputado na próxima legislatura, mas também de anunciar a sua retirada da vida política, dedicando-se mais à família, e continuar a escrever as suas memórias que serão publicadas em livro, cuja data não foi avançada.

Por: O País

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: