MPLA estimula o apoio aos mais necessitados

O primeiro secretário do MPLA no Cuando Cubango, José Martins, apelou segunda-feira, na cidade de Menongue, aos militantes do partido a adoptarem políticas de serviço social e resgate do espírito de caridade para ajudar as populações mais vulneráveis, tendo em conta a situação sócio-económica no país, agravada pela Covid-19.

Na habitual cerimónia de cumprimentos de final de ano, disse que quem tem muito deve ajudar os que têm pouco ou nada, conscientes de que a solidariedade fortalece a coesão, a nação e o bem-estar social.
“No mundo actual, o valor da vida começa a ser avaliado por considerações meramente utilitárias e materialistas”, referiu, acrescentando que todos têm valor e precisam de ser protegidos.
José Martins salientou que no Cuando Cubango deve existir dirigentes excepcionais para o bem comum, com capacidade de continuar a grandiosa obra que se propôs erguer na província.
Disse ser necessário identificar-se no MPLA militantes que possam fazer a diferença, congregando outras pessoas em benefício do partido.
José Martins realçou que o contexto actual e económico que Angola vive, afectado pela crise financeira e sanitária provocada pela Covid-19, está a condicionar o normal funcionamento das instituições, em particular da estrutura do MPLA a nível da província.
Realçou ainda que, apesar destes constrangimentos, o MPLA não parou. Pelo contrário, continua firme e actuante.
“Foram muitos anos de luta e dificuldades, o partido sempre soube se erguer e posicionar-se para com o povo vencer as diversas vissicitudes, ganhar-se tempo para que as forças fracas se tornem fortes”, disse.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: