Chefe de Estado inaugura dois parques de energias fotovoltaicas em Benguela

Dois parques solares de produção de energias fotovoltaicas com capacidade para gerar 285 megawatts entraram hoje em funcionamento, nos municípios da Catumbela (Biópio) e Baía Farta, na província de Benguela, depois de inaugurados pelo Presidente da República, João Lourenço.

O projecto é o maior programa integrado de intervenção em energia renovável pública na África Subsaariana e foi pensado com o objectivo de gerar um impacto ambiental, social e económico positivo em Angola, marcando o futuro da energia sustentável no país. 

Na ocasião, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, lembrou que a substituição da energia térmica por solar representa uma poupança de 275 milhões de litros de combustível diesel por ano.

“O impacto destes parques solares na redução do impacto das emissões de CO2 é de cerca de 935 mil toneladas/ano”, referiu, antes de acrescentar que o objectivo é a ampliação do peso das renováveis na matriz energética que passa dos 60 para os 75%.

O ministro informou, também, que os dois parques de produção de energia solar erguidos na província de Benguela fazem parte de um total de sete em construção nas cidades de Luanda, Lucapa (Lunda Norte) e Saurimo (Lunda Sul) com previsão de conclusão em 2023 e vão beneficiar até dois milhões de pessoas. 

Por: JA online

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: