Classe empresarial acusa Francisco Viana de uso excessivo da Associação para fins políticos

Membros da Associação dos Empresários de Luanda, queixam-se das constantes abordagens do empresário Francisco Viana, que aderiu recentemente à UNITA, e que tem aproveitado as sessões de trabalho da Associação para realizar campanhas políticas a favor do referido partido, apresentando promessas de melhorias no sector caso a UNITA vença as eleições. Sendo o sector empresarial um dos mais rigorosos administrativamente, considerando os aspectos técnicos que têm sido abordados nas sessões da Associação, os membros da “classe empresarial angolana” consideram desconfortável as abordagens políticas de Francisco Viana, que segundo a nossa fonte, foi repreendido recentemente pela “classe empresarial”.

Os associados da Associação dos Empresários de Luanda, queixam-se que Francisco Viana está a utilizar aquele organismo para fins políticos, sob protesto se a UNITA vencer os empresários beneficiaram de vários incentivos.

Francisco Viana tem incentivado que os seus associados depositem valores monetários na sua conta, para apoiar as actividades da UNITA.

Viana tem se desdobrado ao nível da comunidade empresarial Chinesa, para atrair financiamentos para UNITA, utilizando o nome da Associação dos Empresários de Luanda.

Os associados insatisfeitos com a postura do seu membro, manifestam interesse de se afastarem da Associação, pelo facto não representar mais o interesse dos empresários de Luanda.

Um empresário ligado ao ramo da restauração disse que Francisco Viana sempre utilizou a classe para o benefício próprio, contraiu avultadas dívidas ao BPC em nome daquele organismo empresarial que até hoje não consegue liquidar e encontrou o refúgio na chantagem política para não ser responsabilizado.

Por: Salvador Sivela

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: