Presidente da Cruz Vermelha denuncia tentativa de “sabotagem e assalto ao poder”

O presidente da Cruz vermelha de Angola, Alfredo Elavoco Pinto, revelou esta quinta-feira, 03, em conferencia de imprensa, realizada em Luanda, que durante o seu mandato de quase quatro anos tem sofrido inúmeras tentativas de “sabotagem”  com intenção de tirá-lo da liderança da organização.

De acordo com o responsável, após a tomada de posse, encontrou a organização em “cuidados intensivo” e que actualmente estão a trabalhar a oxigena – la para voltar a normalidade.

Alfredo Pinto disse que as pessoas que pretendem inviabilizar o normal funcionamento da Cruz Vermelha em Angola, estão bem identificados e muitos deles ainda continuam dentro da organização. Sem avançar nomes, o responsável, revelou que dois deles são do anterior mandato e os demais pertencem ao seu mandato.

“Uma ou duas são do mandato anterior, mas grande parte são pessoas do presente mandato que estou a dirigir”, disse e sublinha que muita destas pessoas são preguiçosa e que passam a vida a pensar como destituir o presidente, intenção esta que já vem desde 2018″, disse.

O líder da organização humanitária, deu a conhecer que muitas destas pessoas são orientadas por algumas figuras que querem usar a Cruz Vermelha como canal para facilitar os seus negócios.

A comunicação do presidente da Cruz vermelha de Angola, surge numa altura em que a organização celebra os 48.º aniversário desde que foi instituída no país em 1978. Alfredo Pinto, avançou que, para celebrar a efeméride vão realizar diversas acções como palestras, doações de bens alimentares no sul do país, bem como o reforço na formação dos seus quadros e voluntários.

Alfredo Pinto, revelou que cerca de 80 trabalhadores e mais 90 voluntários estão a mais de 24 meses sem receber salários, tendo avançado que a organização que dirige, já escreveu mais de 30 cartas a solicitar apoios ao Governo Angolano para pagar os salários em atrasos, que até hoje nunca tiveram resposta, apesar dos vários encontros realizados com Ministério das Finanças.

De recordar que Alfredo Elavoco Pinto foi eleito presidente da Cruz vermelha de Angola, aos 24 de Agosto de 2018, pela IV Assembleia Geral desta organização.

Por: CK

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: